A prova do Enem é uma das mais aguardadas e mais temidas pelos jovens. É este exame que irá definir a sua vaga na universidade e por isso, se sair bem nele pode mudar o seu futuro. Mas afinal, quanto você precisa tirar para ser aprovado no Enem? Para esclarecer esta e outras dúvidas, leia o texto a seguir:

O que é o Enem?

O ENEM corresponde ao Exame Nacional do Ensino Médio. Inicialmente, o exame era utilizado para avaliar o aprendizado dos estudantes que concluíam o ensino básico, mas passou a ser utilizado como ferramenta de distribuição de vagas na rede pública e privada.

Além de poder garantir a sua entrada em um curso superior, o Enem também pode garantir desconto em matrículas e té dispensar você do vestibular das instituições particulares de ensino.

Como posso usar o Enem?

Existem algumas possibilidades para utilizar a sua nota no Enem e as mais comuns são: o Sisu e o Prouni. Estes sistemas distribuem as bolsas disponíveis para a rende pública e privada. Ambos os sistemas abrem vagas duas vezes por ano: no começo do primeiro semestre e no começo do segundo. Portanto, esteja atento às datas!

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é diretamente voltado para a rede pública de ensino e abre vagas um pouco depois da divulgação da nota do Enem.

Enquanto isso, o Programa Universidade Para todos (Prouni) é destinado as vagas da rede privada de ensino. Ele só pode ser utilizados por estudantes que concluíram o ensino médio na rede pública ou na condição de bolsista da rede particular.

Que nota preciso tirar para ser aprovado?

Mas e se eu quiser passar no Sisu ou no Prouni 2019Bem, para garantir a sua entrada no curso de sua escolha, você deve se inscrever nos sistemas e selecionar duas opções de curso. Vale lembrar que para poder se inscrever, é preciso ter uma pontuação equivalente a 450 pontos no Enem e não ter zerado a prova de redação.

O que irá definir a sua colocação nos sitemas é a noa de corte de cada curso. Durante o período de inscrição, são lançadas notas mínimas para cada formação. Estas notas são baseadas nas vagas ofertadas e na pontuação dos participantes que se candidataram para ela. Então, para ser aprovado, a sua nota tem que superar a nota de corte do curso. Esta pontuação é relativa, variando de ano para ano e de curso para curso.